Quando e como

O alimento é o melhor remédio disponível na natureza e portando a melhor forma de utilizar-se dele é tirando o maior proveito, desde a escolha, o preparo e a hora de ingestão.

Devido as propriedades, recomenda-se a ingestão de alguns alimentos durante o dia, outros ao longo e outros, melhor serem evitados e até excluídos.

Vamos ver alguns exemplos:

1. Suco verde: ele é rico em clorofila e MSM (metilsulfonilmetano), uma substância com alto poder de desintoxicação e grande concentração de antioxidantes neutralizadores de radicais livres.
Quando? Pela manhã em jejum.
Como? Uma folha de couve + um pedacinho de gengibre + um talo médio de erva-doce + uma maçã – + suco de limão tudo passado na centrífuga.

2. Abacate: rico em glutationa, um dos mais potentes antioxidantes que existem, ajuda o fígado na eliminação de toxinas.download
Quando? No lanche da tarde ou antes de dormir.
Como? Duas colheres de sopa de abacate + uma colher de sopa de cacau em pó + uma colher de sobremesa de mel.

3. Sementinhas: linhaça e chia são alimentos ricos em fibras e ômega 3, devendo ser consumidos com frequência por quem busca saúde e perda de peso.
Quando? Uma vez ao dia.
Como? Pelo menos uma colher de sopa, que pode ser usada em frutas, no arroz, na salada, em crosta de frango ou peixe e onde mais quiser.

4. Limão: apesar do sabor ácido, tem efeito extremamente alcalinizante no organismo, equilibrando o pH do nosso corpo e ajudando na eliminação de toxinas.download (1)

Quando? Ao acordar.
Como? Um ou dois limões espremidos em água morna ou em temperatura ambiente.

5. Óleo de coco: o melhor óleo para a saúde, tem propriedades bactericidas e melhora a imunidade – além de não perder suas propriedades ao ser aquecido.
Quando? Diariamente.
Como? Em pratos com peixe ou frango, sopas ou no pão sem glúten e tapioca.

6. Tente evitar ou consumir menos :carne vermelha: tem digestão lenta e por isso prejudica o processo detox.
Opte: carnes brancas, de preferência peixe – e branco, pois o salmão é colorido artificialmente.

7. Tente evitar ou consumir menos: proteína de difícil digestão presente principalmente nos alimentos que são fontes de trigo, tem capacidade inflamatória e desequilibrante da flora intestinal.
Opte: alimentos sem glúten como tapioca, batata doce, arroz integral (mesmo, daqueles com casquinha), quinoa, amaranto e leguminosas.

8. Corte leite de vaca: contém lactose e caseína, duas substâncias que o corpo humano não tolera bem e causam inflamações, fermentação e intoxicação do organismo.
Opte: outras fontes de cálcio como vegetais verde escuros, tahine (pasta de gergelim), amêndoas, feijão, grão de bico e, na necessidade, prefira leites vegetais como os de amêndoas, arroz ou aveia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s