60! Década de Arromba

Você sabe realmente de tudo o que aconteceu na década de 60? Transformações, mudanças de costumes e comportamentos, a política, a influência musical, avanços na ciência e tecnologia é o que você irá encontrar em  um documentário musical impecável, digno de Broadway, de toda esta trajetória e à frente do elenco, Wanderléia.

“60! – Década de Arromba – Doc. Musical . O espetáculo mescla vídeos informativos com números musicais protagonizados por jovens atores e a cantores. Músicas nacionais e internacionais costurando a cronologia ano a ano prendem a atenção e encantam ao público que interage o tempo todo. Não se sente falta de diálogos, e a atenção da platéia é do início ao fim.

A boneca Barbie, o envio do chipanzé Ham ao espaço, a guerra do Vietnã, Jânio Quadros proibindo o uso biquini, realmente, uma década de arromba!

São 20 cenários, 300 figurinos, 24 atores e 20 músicos, para se ter uma ideia. Entretenimento e uma boa aula de história para quem não vivenciou os anos 60 fazem o espetáculo para todas as idades.

Houve de tudo naquela década, de golpe militar e ditadura no Brasil, guerra fria entre Estados Unidos e União Soviética, chegada do homem à lua, morte de nomes célebres como Marilyn Monroe, estreias de “Mary Poppins”, “A Noviça Rebelde” e “Hair”, e até a popularização da boneca Barbie e o lançamento de seu parceiro Ken. Musicalmente, é a época de canções ufanistas, da bossa nova, da jovem guarda, dos Beatles, de Elvis Presley, de composições metafóricas para driblar a ditadura, e canções que se tornariam clássicos atemporais de motéis. É de “Biquíni de Bolinha Amarelinha” a “Non Je Ne Regrette Rien”. O desempenho da banda e a divisão vocal é certamente um dos elogios a serem feitos ao fim da sessão.

A Ternurinha só entra em cena pela primeira vez no fim do primeiro ato, e suas aparições são pontuais no segundo. Com 70 anos de idade e mesmo com limitações óbvias, ela emociona quem a acompanhou e muitas manifestações de afeto podem ser ouvidas, vindas do público mais velho e que representa a maioria. Mas acima de tudo não decepciona ao desfilar as famosas pernas a mostra em saias curtinhas e botas de cano longo.

Devo dizer que deixei o teatro extasiada com o que vi. Eu não vivi os anos 60, era uma criança apenas. mas cresci ouvindo as músicas e os momentos históricos relatados. Não há como não ficar envolto de emoção.

São 3 horas de espetáculo com um intervalo e é verdade que é cansativo. Mas vale a pena. Eu assistiria mais uma vez!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s