Vinhos e mulheres – maturidade que harmoniza

O mundo dos vinhos definitivamente não apenas conquistou  os brasileiros, como vem fazendo deles exigentes consumidores.

Com um mercado promissor, muitos distribuidores e vinícolas foram introduzindo cursos, exposições e eventos, no início modestos e eu me refiro aos do começo da década passada, com a finalidade de educar, no sentido mais amplo, o paladar deste público para a mais celebre das bebidas.

Assim sendo mais e mais apreciadores passaram a respeitar o bom vinho e a distingui-lo em cada momento em a ser degustado. O valor de uma bebida produzida artesanalmente e que demanda anos até que esteja própria para nosso deleite ou a descontração de um jovem com frescor para momentos mais cotidianos.

Não demorou para que o público feminino também se organizasse a fim de usufruir de bons momentos regados a vinho,  com exclusividade e, lógico, com glamour.

Em Campinas um grupo cada vez maior me chamou atenção. Com encontros mensais em um dos melhores restaurantes da cidade, elas se reúnem em verdadeiro clima de festa, como a mulher merece. Roupas, cabelos, maquiagem e lá se vão porque hoje  a nossa noite é delas! Aliás no último ano minha também, porque tive o prazer de poder comparecer a vários destes encontros.

A decoração é cuidadosamente pensada de acordo com o tema do mês e não se repete. Pratos e vinhos harmonizam-se com delicadeza e ao mesmo tempo com força e potência homenageando as divas do evento. A cada mês , diferentes castas, diferentes aromas , harmonizações.

A Confraria Meia Taça já tem quatro anos e hoje é comandada pela cirurgião dentista Cassia Cavallari.

Amante da profissão, ela também sempre gostou de festas e de reunir pessoas e esta foi a intenção da confraria, porém apenas para mulheres.

As reuniões começam com uma apresentação, ou  aula  ministrada por um Sommelier onde é feita a degustação. Após o aprendizado, o jantar harmonizado com os vinhos da noite levando a viagens pela história e lugares do mundo. Os pratos são introduzidos em ordem com as harmonizações e tudo flui em clima de imenso prazer.

Se a gula é um pecado capital, perdoem-nos, mas nós o cometemos e ainda digo que não só mensalmente. A confraria também realiza viagens.

Este ano parte do grupo foi a Portugal e esta não é a primeira a ventura a vinículos do mundo. Também já estiveram em Mendoza – Argentina e em Montevidéo e Punta del Este – Uruguay. Nestes eventos abre-se uma exceção para os homens como acompanhantes de suas confreiras, estreitando vínculos e fortalecendo o grupo.

A Confraria também oferece cursos específicos, onde os temas são abordados com mais profundidade e não interferem nos encontros mensais.

Com tanto sucesso da Confraria Meia Taça Campinas, foi criado o “Clube de Vantagens Confraria Meia Taça“ onde vários parceiros oferecem benefícios as Confreiras.

Ou seja, mulheres são um público que sabe fazer jus a multifuncionalidade. Com um único intuito de apreciar vinhos acabou-se criando um foco de entretenimento, benefícios e muito prazer.

Um brinde merecido! E que todas nós levantemos nossas taças. Ou melhor diria, uma meia taça!

Confraria Meia Taça Campinas

@confrariameiatacacampinas

Fazenda Benedetti

A dica de #lugarzinhos hoje é a Fazenda Benedetti em Amparo-SP.

Com mais de noventa anos de tradição e que hoje produz a premiada cachaça Flor da Montanha Prata.
O lugar onde no tempo dos imigrantes italianos, era dedicado apenas ao plantio do
café e da cana de açúcar hoje, encontramos a quarta geração de família que está a frente
da fazenda, produzindo cachaça, vinho, suco de uva, doces caseiros e alguns embutidos.

Mas o passado pode ser visitado na Fazenda Benedetti a mesma onde toda essa
história começou pode ser conferida na casa grande, no terreiro para secar o café, e
a família está com um projeto de transformar toda a fazenda em um museu, já que
tudo lá tem história.

A cachaça é produzida em alambiques de cobre, colheita da cana na palha e
envelhecida em tonéis de amendoim e jequitibá rosa. Com aroma e paladar marcante, a
aguardente Flor da Montanha recebeu selo ouro no concurso mundial de destilados, em
Bruxelas.

Pode-se degustar outros tipos também como a cachaça adoçada, armazenada em tonéis
de carvalho com um sabor bem marcante. Cachaças adoçadas, geralmente, são aquelas
mais licorosas, que têm frutas na composição. Como o whisky também é envelhecido
em Carvalho, quem gosta da bebida, tende a gostar de cachaças armazenadas em
Carvalho, já que a madeira fica bem perceptível no sabor da cachaça.Euparticularmente não gosto de whisky, mas aprecio bastante este tipo de cachaça.

Entre maio e setembro é possível acompanhar o processo de produção da bebida.Além da cachaça há mel, vinagres, doces caseiros, queijos e linguiças deliciosos e ainda
desfrutar de um passeio deslumbrante e cultural.

Vale a pena conferir.

 


Fazenda Benedetti
Circuito das Águas – Rodovia Amparo/Serra Negra
SP-360 KM 138
Bairro dos Almeidas, Amparo.

Espírito Santo do Pinhal #lugarzinhos

Município do estado de São Paulo, com população inferior a 50.000 habitantes, que originou-se de uma enorme fazenda dominada pela araucária.
Com uma paisagem que remete a Toscana, a região tem o inverno seco, com frequentes
entradas de frentes frias. As temperaturas máximas ficam em torno de 18-23 °C em
junho e julho, e as tardes acontecem raros casos não passam de 10 °C.
Embora conhecida tradicionalmente pela Cadeia do Café, é pela produção de vinhos
artesanais que vem se destacando.
Lá a vinícola Guaspari encontrou o terroir ideal, associado a uma técnica nova de
colheita, que vem sendo utilizada no estado de São Paulo, para produção de seus vinhos.
Os resultados foram bem sucedidos pois a vinícola possui dois deles premiados na Decanter World Wine Awards, o maior e mais importante concurso internacional de
vinhos, recebendo medalha de ouro pelo Syrah Vista do Chá 2012 e medalha de bronze
pelo Syrah Vista da Serra 2012.

O terreno onde se localiza a vinícola é bem íngreme ecada vinho recebe o nome da vista oferecida pelo local onde a uva é cultivada- vista da serra, vista do chá.
A vinícola não possui restaurante, mas a cidade oferece ótimas opções.
E foi em um dia fazendo a visita a esta vinícola que me dediquei ao passeio pela
encantadora cidade para conhecer mais um lugarzinho próximo de casa- de São Paulo
são 200km.
Entre os meses de agosto e setembro acontece o Festival do Sabor com doces feitos com
café, salgados a base de mandioca. Acompanhe a programação turística da cidade e
visite, vale a pena.
Todos os anos no mês de outubro a Festa Nacional do Café. Na programação, shows
para todos os gostos, boate itinerante, praça de alimentação e exposição de produtos
agrícolas e industriais.
Como amante declarada de um bom café e curiosa em confirmar a tradição local-
Pinhal sempre se destacou como origem predominantemente dos chamados cafés finos,
que são procurados pelos importadores mais exigentes, não deixei de conhecer o Café
Loretto – A Santa Casa do Café, localizado próximo a igreja matriz.

Lugarzinho aconchegante, uma casa bem típica de cidade pequena, decorada graciosamente, onde pode-se sentar calmamente e degustar um excelente café acompanhado de maravilhosos quitutes e atendimento caloroso.Lógico que eu trouxe várias amostras do saborosíssimo café comigo, inclusive nas três versos, em pó, grão e cápsulas.
Como toda cidadezinha do interior, tudo acontece em torno da Igreja Matriz do Divino,
que não pode deixar de ser visitada. Belíssima obra, recentemente restaurada, merece
uma pausa para oração e admiração.
Logo em frete a Praça da Independência, muito bem cuidada, cercada de casarões do
tempo do café e com todo aquele charme que a tranquilidade interiorana tras. É bom
sentar-se por ali uns minutinhos e ver como a vida pode passar mais lentamente.

O Lago Municipal fica no centro da cidade e preserva ainda um pouco da mata natural
com árvores centenárias e oferece, além da bela paisagem um excelente local para
passeios, caminhadas e piquenique nos dias de sol. Também possui ciclovia e a entrada
é gratuita.
Outro ponto bem procurado é o Santuário de Santa Luzia. Na área rural, Cercada por
cafezais é muito procurada pelos fiéis.
O Teatro Avenida é realmente um ponto alto, pela arquitetura, acústica e iluminação, é
mais um patrimônio da cidade.
Também existem opções de ótimas pousadas, o Jardim dos Pinhais Eco Parque, o primeiro parque de jardins temáticos do Brasil possui rica fauna nativa composta por Tucanos de Peito Amarelo, araras, faisão, pavões, coelhos, além de gazebo zen para
meditação, cascatas e facilidades, como restaurantes e turismo rural para quem quer
passar alguns dias e isto é uma ótima escolha.
De uma forma ou de outra eu recomendo este #lugarzinho.

Modelando aos cinquenta? Sim e com muito orgulho!

Cada vez mais as agências buscam modelos maduras, plus size, negras. Razão disto? A
realidade bateu a porta!

O mundo não é feito apenas de mulheres jovens, com formas perfeitas, cabelos lindos e
sedosos, pele lisa, bem tratada, fresca e branca, mas de mulheres como nós, que envelhecemos sim, mas formamos um imenso mercado disposto e usufruir do que há de
melhor porque ainda temos muita sede de vida.

Eu me lembro quando me aventurei na ideia de blog e ouvi a seguinte frase: O que você
esta pensando? Velha se achando moça, se enxerga!

Seria hipócrita se dissesse que ignorei, pois sou maior que isto, mentira! Doeu muito e
mais, quase me fez desistir. Por que? Simples. Eu estava me considerando dentro
daquelas palavras tão horríveis.

Mas eu via tantas mulheres lindas, no auge de sua maturidade, em momentos únicos e
até sensuais. O que elas tinham e eu não? Nada, absolutamente, nada!
Eu tenho tudo o que elas tem e você que esta aqui deixando um pouco do seu tempo
comigo também tem.

Velha era, literalmente, sua avó, lembra? Tão bonitinha, cabelinhos brancos e fazendo
bolos quando você ia visitar. Pois nos dias de hoje estamos muito distantes disso.

Tenho muitas amigas que já são avós dedicadíssimas e orgulhosas, mas a anos luz
distantes daquele perfil antigo. Hoje os cinquenta são os novos trinta.

Estamos realizadas, com a sensação de dever cumprido e prontas para o que vier e, de
preferência, do que for melhor. Queremos o bom da vida e agora com ponderação e
experiência. Tudo vem ao seu tempo, sem pressa, sem desespero e com isto estamos
conquistando um mundo real.

Hoje me dou o direito de fotografar, de posar e de ir perdendo aquela timidez diante de
uma câmera. Me dei de presente a honra de ser uma cinquentona bem resolvida.
E que venham os setenta, porque quando eu chegar lá eles serão os novos cinquenta!

Fotos: Jonas Morais Fotografia

Instagram: jonasmoarisfotografia

Fio a Fio

O alongamento de cílios fio a fio é um dos queridinhos do momento,mas não é tão simples como imaginamos.

Existem cuidados na hora de escolher o profissional que irá fazer a colocação e os cuidados a tomar.

A técnica produz um efeito natural que consiste na aplicação de um fio sintético sobre cada cílio seu, com comprimento e curvatura diferentes exatamente para produzir o efeito desejado e não de cílios postiços.

É comum encontrarmos declarações de que o procedimento não tem nenhuma contra indicação ou não prejudica a saúde dos cílios naturais.
Bem, eu já fiz o procedimento três vezes, com três profissionais diferentes e garanto que não é bem assim.

Os cílios sintéticos, apesar de serem fios, tem um peso e serão aplicados sobre os seus que são naturais e portanto mais delicados. Este peso acelera o processo natural de queda dos cílios originais e dependendo da quantidade e do tipo de cola utilizada a queda é maior e até que novos cílios cresçam aparecerão falhas, ou você ficará com menos cílios que antes e será necessário o uso dos postiços.

Os fakes caem e como estão colados aos cílios naturais levam eles junto.
A durabilidade é de no máximo um mês, sendo que no final de trinta dias poucos restam para contar a história e um novo processo deverá ser repetido, ou como já disse, lance mão dos postiços por algum tempo.

Também é comum dizer que não há restrições porque o processo é externo. Mais uma vez discordo. A cola fica muito próxima da pele da pálpebra que é hipersensível e também é bem mais potente que a cola usada nos cílios postiços , já que a proposta é uma durabilidade maior, então se você for alérgica ao produto poderá ter sérios problemas. Faça um teste alérgico antes para se assegurar.

Os cuidados pós-procedimento são essenciais. Esfregar os olhos nem pensar. Também é necessário muito cuidado na hora de lavar e secar o rosto.

Pode-se usar máscara de cílios, mas nunca ví necessidade, entretanto se fizer questão não use o produto à prova d’água (pois sua remoção pode ser mais difícil e danificar os fios do alongamento) e preferencialmente passar o produto somente nas pontas dos cílios ao invés de toda a extensão. Tudo isto fará com que o prazo de validade se estenda, mas dificilmente passará de 30 dias sem precisar de um retoque.

Os preços variam entre R$ 120,00 à R$ 200,00.

O Assunto são os musicais

Minha paixão pelos musicais começou muito antes do que imaginam.

Ainda era uma garotinha quando vi pela primeira vez Rita Hayworth, em “Quando os Deuses Amam” – Down to Earth, onde ela interpretava a deusa Terpsichore  e é enviada do Olimpo para ajudar um produtor musical, Larry Parks, com seu show na Broadway.
Me encantei com aqueles passos que transformavam o esvoaçante vestido, provavelmente de musselina, em asas de um anjo encantador.

Lembrando que os filmes naquela época não traziam cenas fervorosas de
amor, mas beijos delicados, uma linguagem corporal insinuante e olhares
profundamente apaixonados. Tornei-me uma romântica.

A maioria apaixonou-se por Rita em Gilda, mas o caso de amor entre uma deusa e um mortal me cativou alí e para sempre.

Entretanto não é segredo para nenhum de nós a carência de espetáculos deste tipo em nosso país, fosse pela técnica, já que o acesso a boas escolas para formação de atores que fossem cantores e bailarinos era muito difícil ou de patrocínio. Eu disse “fosse”!

Os musicais produzidos hoje em terras tupiniquins vem se mostrando de excelente qualidade e surpreendendo cada vez mais.

E o público responde seja em grandes teatros ou em produções mais modestas, porém bem produzidas, em espaços públicos ou pequenos teatros.

Além da qualidade muitas produções apresenta a vida ou a carreira de personagens famosos ou da nossa própria história, um atrativo a mais.

Os ingressos não são muito acessíveis, mas eu afirmo que o investimento vale a pena. São peças muito bem montadas, com elencos fantásticos e coreografias incríveis de profissionais renomados.
Confira!

Como você quer chegar aos 65?

A chegada aos 65 é um marco em nossas vidas.

Recebemos o selo de qualidade de “idoso”, com direito a vaga especial no
estacionamento, desconto no cinema, teatro, shows, transporte público, mas o que queremos realmente não são os benefícios da meia entrada e sim estarmos bem física e psicologicamente, não é?

Chegar aos 65 anos com saúde, disposição, capazes de estar executando as mesmas tarefas que ainda fazemos hoje, em resumo, queremos qualidade de vida.

A beleza e aparência jovem são um plus, entendemos que estão vinculadas a outros fatores que vão além da atividade física e alimentação saudável, sejamos sinceras, mas sabemos também que qualidade de vida e cuidados tomados hoje serão um dos fatores determinantes em nossa aparência no futuro.

Já sabemos, por exemplo que cigarro, álcool e noites mal dormidas são vilões na luta pela jovialidade e que alguns alimentos são aliados a ela, como os que tem poder antioxidante.

Cada vez mais são destacadas mulheres que chegam aos sessenta anos exuberantes em beleza e poderosamente desenvolvidas em autoconhecimento, o que eu acho mais incrível ainda.

Não consigo imaginar algo mais sensual que uma mulher no auge
de sua maturidade que consegue aliar a beleza, saúde e a
intelectualidade.

Cabe a cada uma de nós as escolhas de hoje que irão se refletir em nossas vidas futuras. Muita gente me questiona sobre as decisões que venho tomando ultimamente e que vem mudando meu estilo de vida, longe ainda de ser ideal. Mas tudo se baseia em como eu
gostaria de envelhecer, preste atenção ao tempo do verbo, eu disse “gostaria”.

Não há garantias de que as minhas opções de hoje sejam as melhores, existem influencias externas e internas como predisposição genética a determinadas doenças. Porém fortalecer nosso corpo, nossa mente e nosso sistema de defesa do organismo certamente ajudarão a diminuir as chances de, com o avançar da idade, me colocar em alguma situação de dependência física, por exemplo.

Eu vejo vitalidade em cada uma destas lindas mulheres e não só
beleza. Vejo mulheres com sede de explorar a vida como se fossem adolescentes ainda, mas com a calma e a paciência que a maturidade lhes dá e para mim, como já disse, não há nada mais belo.

Não é verdadeiro, pelo menos eu acho, quem diz estar satisfeito com a própria imagem após os cinquenta anos. As rugas salientes e manchas na pele ficam mais agressivas quando defrontadas nas fotos, afinal são o registro autenticado de que o tempo passou.
Porém eu vejo e isto digo francamente, que o autoconhecimento e a independência que a maturidade me deram ajudam a amenizar este sentimento e a enxergar as possibilidades que ainda tenho. E são tantas que muitas vezes a escolha é difícil.

E é isto que me move e me estimula a querer o bem estar e, se possível, boa aparência no futuro, como estas divas e repito, o que elas tem em comum?  Hábitos saudáveis.

Morretes #lugarzinhos

Morretes fica no Litoral do Paraná, próximo a Curitiba, muito famosa pelo seu prato típico o barreado e pela estrada que leva até lá, a Serra da Graciosa.

Vamos em partes, primeiro a serra. A estrada é muito bem cuidada e o passeio vale a pena. A parada no mirante é praticamente obrigatória, pois oferece uma vista que vai até o mar, mas você terá que ter sorte de não ter neblina, o que não foi o meu caso nas duas vezes que passei por la. Mas mesmo assim eu recomendo, seja de carro ou de moto.

As cidades de Morretes e Antonina reservam muitas histórias por conta da indústria de beneficiamento de erva-mate, de que foram pioneiras pessoas abastadas de Paranaguá, que instalaram em diversos pontos do município engenhos de beneficiamento do mate, quase todos movidos a força hidráulica.

Estes lugarzinhos reservam casarões antigos e uma calma característica destes lugares. Associadas a beleza natural da Serra do Mar, Morretes e Antonina irão te surpreender com opções de lazer e gastronomia.

Uma outra opção de se chegar é o trem. Minha sugestão é que faça a descida de trem e retorne pela serra. A passagem pode ser adquirida na estação ferroviária de Curitiba, mas também existem pacotes turísticos. Estes entretanto são muito corridos e pouco se aproveita para usufruir das belezas que o lugar oferece. Portanto organize-se e passe o dia todo por lá ou hospede-se nas pousadas locais, como em Antonina na casa que pertenceu a família Matarazzo.

O barreado  ou carne barreada é um prato típico do litoral paranaense, sendo o mais tradicional do estado. .Sua origem é açoriana de um ritual de 300 anos ainda seguido no preparo do prato e atribuída aos portugueses que vieram para o litoral do Paraná no século XVIII.

A simplicidade na preparação do prato garantiu que a receita fosse mantida com os mesmos ingredientes e características. O prato consiste em um ou mais tipos de carne bovina de segunda e magra, como a paleta, a maminha e o patinho, temperados com cebolaalhotoucinho de porcopimenta-do-reinolouro e cominho e cozida até desmanchar.

O preparo é misturado à farinha de mandioca (até receber a consistência que dá nome ao prato), e servida com arroz e banana-da-terra fatiada. O modo de servir pode ser diferente, de acordo com a região do BrasilPortugal e Espanha, bem como da Inglaterra onde o prato também é apreciado.

O segredo na preparação é o tempo de cozimento na panela de barro – cerca de vinte horas – o suficiente para desfiar toda a carne e mantê-lo no fogo sempre. Depois de cozida, as fibras da carne se soltam resultando em um caldo grosso e saboroso e temperado a gosto regional. Para manter o sabor da carne, é preciso vedar a panela com uma massa de farinha e água para manter o vapor dentro da panela (Caldeirão).

E se isso ainda não for suficiente aproveite para visitar a tradicional loja de fábrica das balas e cachaça de banana.

Me tornei uma Senhorinha simpática

Quando jovens tudo é vexatório e nossos pais fazem disto nosso martírio!
Pedem desconto onde seus amigos descolados jamais fariam, conversam com pessoas
em qualquer fila, usam aquela roupa que você não colocaria nem para dormir.
Contam como foi seu dia para a balconista da cafeteria! Acreditamos fielmente que
faziam estas coisas para se divertirem a nossas custas com nossa vergonha por não
termos espontaneidade.

Mas de repente, me peguei fazendo exatas coisas das quais morria de vergonha,
pela timidez inerente àquela famosa e mais terrível fase da vida, a adolescência.
Pois dia desses, no aeroporto, a moça da cafeteria teve a oportunidade de me contar que
saiu para trabalhar deixando em casa o filho com febre e eu tive a chance de ser
solidária a ela contando que também fiz isto várias vezes e que é sim muito difícil e
doloroso e no final nos sorrimos e nos desejamos uma boa semana.

Na farmácia a filhinha da moça do caixa havia ido "trabalhar" com a mãe no domingo e escovava os cabelos quando eu cheguei e disse- o outro lado ainda não está bonito, tem que escovar mais – entao ela escovou, dirigiu-se ao espelho, conferiu o penteado e disse – agora sim!- e a mãe sorriu para mim, pois quem meu filho beija minha boca adoça.

O fato de ter me tornado uma senhora simpática me deu a chance de fazer pessoas
sorrirem por alguns momentos e de ser solidária com elas.
Num momento em que questiono muito minha missão de vida eu vejo que uma delas
estou cumprindo. Valorizar o dia de alguém ou poder fazer uma pessoa sorrir uns
instantes é uma missão e eu aprendi a realizar e é gratificante, mesmo que para isto eu
tenha tido que envelhecer.

Holambra #lugarzinhos

Holambra no interior do estado de São Paulo e microrregião de Campinas, recebeu este nome da junção de Holanda, América e Brasil, em virtude da colônia neerlandesa que se firmou na antiga fazenda Ribeirão.

Com destaque por ter o 61° índice de qualidade de vida do Brasil e por ter o melhor índice de segurança do país. Considerada oficialmente uma estância turística e anualmente promove a maior exposição de flores da América Latina: a Expoflora.

Antecedendo a chegada da primavera a pequena cidade transforma-se explodindo em cores contrastando com o céu azul bem característico da época.
A mostra já tornou-se roteiro tradicional de muitos e a cada ano recebe mais visitantes.
Mas não é só de Expoflora que vive Holambra, este lugarzinho já virou roteiro certo de quem busca boa gastronomia aliada a uma bela paisagem e lugar tranquilo.

Para começar bem o dia um café da manhã na confeitaria Martin Holandeza, reconhecida por sua qualidade e pioneirismo oferece doces típicos holandeses, pannekoek, pratos tipicos holandeses e o melhor da culinária contemporânea.
Nos últimos anos passou a ser rota oficial dos passeios de motociclistas da região, que transformam a parada em um desfile de belas motocicletas.

Após o café da manhã você pode visitar o mercado de flores, passear pela encantadora cidade, fazer compras de artesanatos e produtos locais.

Fazer fotos pela cidade é praticamente obrigatório. O Moinho Holandês, chamado Povos Unidos, com seus 38,5 metros de altura (9 andares)e pesando mais de 90 toneladas, é o maior moinho da América Latina. Foi construído em 2008 de acordo com os moinhos na província Holanda do Sule é uma réplica fiel de um tradicional moinho holandês moedor de grãos, e conta com pás de 25 metros de comprimento.

O Museu Histórico e Cultural de Holambra expõe a história da imigração neerlandesa em através de um acervo de duas mil fotos antigas de Holambra e de máquinas agrícolas utilizadas pelos imigrantes no passado. Conta também com um restaurante onde pode-se almoçar durante o dia e petiscar a noite no período da Expoflora.

O Roteiro Gastronômico de Holambra foi desenvolvido para proporcionar experiências inesquecíveis que só podem ser vivenciadas em Holambra. Uma gastronomia fina, internacional, com todo charme da cultura holandesa, com sabores, cores e aromas encantadores. A cidade convida seus visitantes a experimentar mais uma tradição turística, os sabores de Holambra, através do Roteiro Gastronômico composto por 13 estabelecimentos entre restaurantes, choperias, cafés e confeitarias. As mais variadas opções da cozinha holandesa, indonésia, árabe, italiana e brasileira em um único e completo “menu” desenvolvido para agradar os paladares mais exigentes.

Você pode retirar o fôlder do Roteiro Gastronômico no Portal
Turístico de entrada da cidade ou no Moinho Povos Unidos.